sábado, 9 de janeiro de 2010

"Continuas a ser importante; a tua existência reconforta-me... Saber que estás algures no Mundo sabe-me bem... Mas já não és um pedaço essencial da minha vida. Deixaste de ser."

Um a um, eles vão desaparecendo.
Afinal foram só etapas.
Foram importantes.
Deixaram de ser.

5 comentários:

Kika disse...

Ou... Hora a hora... Vais tu desaparecendo? :o

Nádia Paiva disse...

Eu por muito que vá desaparecendo acabo sempre por ficar.

Kika disse...

Será?

Nádia Paiva disse...

Claro. Onde haveria eu de ir?

Mel disse...

É estranho, termos consciência de que ficou a indiferença no lugar dos que nos eram importantes.

Gostei do texto. Pequeno e diz muita coisa.

*