sábado, 29 de novembro de 2008

E tu vagueias pelas entranhas da minha cabeça, prendes-te em becos estreitos, percorres caminhos sombrios...
Se tu soubesses o tamanho do orgulho que eu sinto e o tamanho da admiração.
É como se o coração ocupasse o seu lugar fora do meu peito, é o suar do corpo, é a garganta seca, é a respiração acelerada.
É a tua voz e todos os teus pequenos gestos. Fazes-me continuar só por saber que existes... e sim, não é uma loucura. És tu :$

Obrigada por tudo e por nada (L')
06.06.08

1 comentário:

'stracciatella disse...

Gostei muito deste.
Btw, obrigada pelo comentário.

Beijinho *