segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Era cedo, cheguei e sentei-me a um canto, um tanto ou quanto encolhida... até que uma voz forte se fez ouvir e me interrompeu os pensamentos:
"Tens um tom de voz no olhar hoje..."
Eu levantei ligeiramente e forçadamente os olhos do chão, não foram precisas palavras, ele continuou:
"Olhem para aquilo... os teus olhos gritam hoje"

Hoje e nos dias que se seguem, vão continuar a gritar a cada manhã...

3 comentários:

Nádia Paiva disse...

Abilinho, certo?

Sempre tão mau, sempre tão querido.
Pior, sabia sempre tudo...

Ritz disse...

Sim, o Bilinho :)

É verdade, ele sabe sempre tudo...

Nádia Paiva disse...

A minha Clarinha diz que os meus brilham :D